Uncategorized

Body shaming, celebridades e nós

By junho 11, 2021junho 12th, 2021No Comments

Essa semana, a cantora Camila Cabello foi alvo de críticas sobre seu corpo ao ser fotografada por paparazzis numa praia. Acusada de estar acima do peso (como se isso fosse algo negativo) por não exibir uma imagem de extrema magreza ou “fitness”. Camila claramente não está acima do peso, Camila não é uma pessoa gorda. Camila tem um corpo real, de uma mulher de verdade. Mas, por não estar dentro do padrão exigido, ela é body shamed.

Body Shaming é a prática de atitudes que diminuem e criticam o corpo de outras pessoas de maneira destrutiva. Body Shaming significa fazer o outro sentir vergonha do próprio corpo, ou de características dele.

Camilla Cabello na praia. Foto de Grosby Group. Via Twitter.

Essa não é a primeira vez que isso acontece com Camila. Em 2019, também ao ser clicada na praia, ela recebeu críticas árduas sobre sua celulite. A cantora relatou que sua reação inicial foi sentir vergonha dela mesma por exibir isso em público.

Mas, depois, o sentimento mudou. Camila se empoderou nesse momento e decidiu rebater as críticas, fortalecendo sua opinião a respeito da imagem corporal real.

 

“A pior parte é saber que a maioria das mulheres cresce em um mundo cheio de retoques, em busca de uma perfeição que não existe. O que não existe está se tornando o novo real.”

Camila Cabello

É claro que a prática de Body Shaming não é algo exclusivo das celebridades. Existe uma liberdade muito grande em relação a comentar sobre o corpo das outras pessoas. Especialmente quando essas pessoas são mulheres.

Seja na família, no trabalho, nos círculos de amizade… algo que escuto constantemente no consultório é a queixa de que comentários sobre o corpo dos outros (principalmente no ganho de peso) são feitos de maneira negativa, mesmo que estejam conversando com pessoas gordas.

Esses relatos variam: “minha amiga falou que está obesa porque ganhou peso na quarentena, mas ela tem quase metade do meu peso e nós temos quase a mesma altura”; “passei a infância toda ouvindo da minha mãe que minhas irmãs mais velhas não encontrariam marido pois eram gordas”; “meu chefe faz piadas sobre pessoas gordas na frente da equipe toda, e todo mundo ri, eu me sinto péssima, será que ninguém entende como eu posso me sentir nesse momento?”

A indelicadeza desse momento denota que as pessoas realmente carecem de empatia e respeito ao próximo quando o assunto é corpo. Se você está aqui lendo esse texto, eu te peço para refletir sobre como os seus comentários sobre corpo podem ferir a saúde mental das pessoas que estão ao seu redor, ou não.

Celebridades contam com suporte e apoio que o dinheiro compra. Nem todo mundo tem acesso a esse tipo de cuidado… que tal fazermos a nossa parte em construir uma sociedade menos preconceituosa e estigmatizadora? Antes de comentar sobre o corpo de alguém, pense: eu gostaria de ouvir alguém falando sobre mim ou sobre quem eu amo dessa forma? Fica a dica.